Sobre proteínas e musculação – dieta protéica

  • Em média, um atleta interessado em ganho muscular deve consumir de 1.5 a 2g de proteínas por quilo. Isso representa uma quantidade difícil de conseguir apenas com alimentação. Supondo que você tenha 75kg de peso, isso representa cerca de 112g de proteína por dia considerando a média de 1.5g.
  • Não se ganha massa muscular – de verdade, não aquilo que você na Malhação – apenas com arroz e feijão. Suplementos são bem-vindos e úteis se usados com inteligência.
  • A primeira refeição é a mais fundamental para absorção dos nutrientes, portanto, não perca essa oportunidade comendo porcarias. Além dos carboidratos, reserve um shake de proteínas para o desjejum.
  • Logo após o treino, e por cerca de até 45 minutos, seu organismo também tem um bom potencial para absorção de nutrientes. Capriche: ingira carboidratos e proteínas.
  • Lembre-se, soja é proteína mas não é o “milagre protéico” como a mídia quer nos mostrar. Há muita fantasia na mídia sobre alimentos. Há níveis de valores protéicos, quanto maior o nível mais cadeias de aminoácidos possui a proteína e mais completa ela é. Do maior para o menor valor biológico, temos as proteínas de origem animal e depois de origem vegetal.
  • Alimentos naturais com graduações decrescente do valor biológico da proteína são: ovos (inteiro), leite de vaca, clara de ovo, peixes, carne vermelha, frango. Em seguida o arroz, feijão, soja, açaí…
  • Proteínas fabricadas em laboratórios com maior valor: whey protein (proteína do soro do leite) isolado, whey protein concentrado, caseína e proteína da soja.
  • Mais não é o melhor! Não cometa o erro de achar que comendo proteínas além do necessário vai facilitar o ganho muscular. Você tem rins e não duas usinas de filtragem de nutrientes.
  • Não gosta de carnes, ovos e leite (natural, em pó ou sua proteína processada em laboratório)?, então esqueça musculação e procure outro esporte.
  • Lembre-se, os suplementos são “suplementos”, literalmente. Eles devem complementar sua alimentação, sobretudo com proteínas; não cometa o erro de substituir refeições principais com shakes, energéticos, barras de cereais, géis protéicos, etc.
  • Não sabemos exatamente o que nosso organismo precisa, imaginamos que sabemos. Quando se diz que 1.5 a 2g de proteína são necessárias para ganho de massa muscular, leia-se: os atletas que praticam musculação, ao longo da história, têm conseguido bons ganhos com essas dosagens; sabemos ainda, que o excesso é altamente nocivo ao organismo. Use o bom senso, dê mais atenção ao seu corpo, atente-se a sua evolução e procure profissionais da saúde que poderão te ajudar. E nesse último item, desejo-lhe boa sorte. Com a difusão da mídia de casos isolados de jovens que usaram anabolizantes indiscriminadamente e foram a óbitos ou tiveram consequências graves, bem como a baixa valorização da musculação enquanto esporte no Brasil, são algumas das causas que levam a muitos preconceitos e uma miríade de informações, até mesmo de “profissionais”, pautadas em crenças e valores pessoais. Mas lembre-se, há profissionais muito sérios, e que sabem também olhar o esporte como uma arte, e poderão também usar os meios tecnológicos para ajudar a explorar e aumentar os seus potenciais.

proteinas

Musculação não é somente estética corporal. Musculação é diferente de fitness. Se você encara um supino odiando mas não deixa de fazer porque imagina que aquilo vai te deixar “sarado”, talvez você deva procurar cirurgia plástica. Musculação é arte e poesia escrito por mente e corpo.

Comentário(s): 20

  1. Israel Menezes

    Oi gente, tudo bem?
    é o seguinte, consegui emagrecer fazendo dieta das proteinas, perdi 30 kg em 8 meses sem tomar nenhum remedio nem nada do tipo, queria mto poder ajudar quem precisa tbm, quem tiver interesse me mande um e-mail no “” [email protected] “” q eu mando um resumo que escrevi sobre a dieta, abraços à todos.

    Israel Menezes

    Comentar
  2. Alessandro

    QUANTO FRANGOs aqui,, só pelos papos da praver como são frangos,,, otima materia,,, poderia falar mais sobre proteina de soja tambem

    ha – denifição abdominal com menos de 42 cm de braço,,, naum é definição é desnutrição,,,,,

    Comentar
  3. Daiane

    Lenon, não discordo que um atleta vegetariano consiga suprir suas necessidades apenas com alimentos de origem vegetal. Entrtanto, estamos tratando de uma dieta para o aumento da massa mucular, einfelizmente não há possibilidade de hipertrofia apenas com essa alimentação, a proteína vegetal nao é suficiente pra esseresltado, a não em casos depessoas beneficiadas geneticamente.

    Comentar
  4. gustavo

    olha pessoal!!! a materia tem tudo a ver!!! como muita carne e tomo leite, pois e essencial para quem quer ganhar massa muscular!!! viver soh de vegetais nao adianta… tem que ter a proteina do ovo da carne e do leite sim… wey protein e albumina eh tudo para a musculaçao…

    Comentar
  5. Renata

    Amo treinar e ja faz 5 anos que treino, porem nunca tomei nenhum suplemente e estou me interessando agora. Vou fazer uma dieta de proteina sim..

    e realmente treinar e arte e beleza… amo olhar com ódio para os ferros e acabar com eles!!!!!!!! isso sim é musculação!

    Comentar
  6. Lenon

    Não gostei da matéria.
    Existem muitas informações equivocadas no seu texto.
    Não é necessário comer ovo, leite ou carne para se fazer musculação. E muito menos consumir suplementos.
    Acho que você deveria se informar mais.
    Uma dieta vegetariana supre todas as necessidades nutricionais de um atleta, desde que balanceada.

    Comentar
  7. Vinicius

    Existem muitos vegetarianos que praticam musculação. Essa história de comer carne, ovo e leite, hj em dia é tudo papagaiada. Sou vegetariano a mais de 10 anos, pratico musculação a 5 anos, sendo que 4 anos foi só em dieta sem suplementos, nunca tive nenhum tipo de lesão ou anemia, tenho musuculos ótimos e sadios, sem contar no beneficio que faço a minha saúde não ingerindo alimentos em estado de putrefação como a carne. A carne é indigesta, faz mal para o intestino, possui um alto nivel de colesterol ruim, contém um alto nivel de hormonios, antibióticos e agrotóxicos para manter o boi vivo. Para concluir, existem campeões de halterofilismo que são vegetarianos como EU. Portanto vcs que não comem carne, ovo ou leite, não desistam não, pois existem alimentos muito mais saudaveis e ricos em proteínas que não seja a carne. Segue link com os campeões VEGETARIANOS: http://www.centrovegetariano.org/Article-268-Vegetarianos%2Bfamosos%253A%2Bmundo%2Bdo%2Bdesporto.html

    Comentar
  8. martins

    Concordo com a matéria,mais supino pra mim não é tão importante como treinar pernas,muitos acham que somente fazer supino e treinar biceps é tudo,mais se esquecem de treinar pesado as pernas, por isso que nas academis vemos muitos funis!!!

    Comentar
  9. rafael

    eu treino a tres meses ,incrivel to tendo um resultado legal
    eu era magro mo franguinho,agora ganhei uns 9 quilos de massa muscular,e sem usar nadfa de anabolizantes,po kra o supino eh foda eu sei mas se vc naum fazer naum vai obter um bom resultado,apesar de eu gostar mais de fazer abdominal
    po legalo amateria gostei,e ashu q se vc naum gostar de treinar nunca vai obter um resultado legal,pois se vc naum gosta vc naum faz direito

    Comentar
  10. Marky Mark Marco

    Como todo o esporte há pessoas que lançam mão de diversas justificativas para a sua prática.

    Quem realmente gosta de musculação, não se interessa por imposição seja de qqr. segmento. Importa é a saúde a disposição e força que ela te dá no cotidiano. Quem não gosta de fazer força até sentir uma fisgada no músculo, procura outro esporte, concordo com o amigo acima.

    Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>