Arquivos da categoria: Humor

Humor negro ou não, sarcamos ou ironias.

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/letra012/public_html/eternoretorno.com/wp-includes/wp-db.php on line 3083
class="post-3886 post type-post status-publish format-standard hentry category-humor tag-videos">

Da potencialidade do homem

Dos encontros com o álcool, com as drogas, com o sagrado, com o homem… que não se duvide das nossas potencialidades, por vezes trágicas, por vezes virtuosas, por vezes risonhas, mas sempre sob um fundo de Nada.

Warning: mysqli_num_fields() expects parameter 1 to be mysqli_result, boolean given in /home/letra012/public_html/eternoretorno.com/wp-includes/wp-db.php on line 3083
class="post-3834 post type-post status-publish format-standard hentry category-humor tag-politica">

Luiza Erundina e Marta Suplicy

… enquanto isso Abujamra no Provocações entrevista Luiza Erundina:

– Você ainda vê a Marta Suplicy como quem não sabe nada do povo?
– Marta Suplicy é uma cocote, eu sou nordestina, sei o que é passar fome e sede, morar sem esgoto, conviver com a pobreza. É evidente que ela não sabe nada de política!

[ok, as palavras da fala da Erundina são minhas: mas a partir das entrelinhas dela]

As aventuras de Valair na bolsa de valores

Àqueles que não são totalmente alheios às operações financeiras em bolsa de valores o vídeo abaixo é sem dúvida uma garantia de risos. A cena onde um dos participantes da platéia fala do home broker do Bradesco pra mim foi a melhor (até pouco tempo atrás era um sistema que não contava nem com recurso de stop), vale a pena conferir ou rever! O vídeo é uma montagem de voz a partir de uma outra situação…


A outra situação que deu origem à montagem acima pode não agradar muito àqueles que não compreendem o riso como afeto inseparável da tragédia. Em defesa do apresentador que riu diante da situação desgraçante narrada pelo participante, percebe-se que o riso nessa situação não é aquele do deboche senão o riso em seu estado mais puro, que nos pega de surpresa e independe de qualquer justificativa.